Sábado, 7 de Outubro de 2006

MINIATURAS DE CAMISOLAS POVEIRAS e GORROS

VÁRIAS MINIATURAS DE CAMISOLAS POVEIRAS e GORROS

Artesã Maria Desidéria. Informações pelo telefone: 252.622952  ( PÓVOA DE VARZIM )

Escolha o seu favorito ...

publicado por camisolaspoveiras às 19:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 6 de Outubro de 2006

Informações Camisolas Poveiras

CAMISOLAS POVEIRAS TRADICIONAIS e INOVAÇÕES DAS CAMISOLAS POVEIRAS

CAMISOLAS POVEIRAS EM MINIATURA

CAMISOLAS POVEIRAS PARA CRIANÇA e ADULTOS

 

Informações através do telefone: 252.622952 ( PÓVOA DE VARZIM )

Artesã MARIA DESIDÉRIA

Artesã Maria Desidéria

publicado por camisolaspoveiras às 19:39
link do post | comentar | favorito

CAMISOLAS POVEIRAS

Camisolas de lã branca, bordadas em ponto de cruz com motivos em preto e vermelho (escudo nacional, com coroa real; patinhos; siglas; remos cruzados; vertedouros; grinaldas; apetrechos marítimos; etc), as camisolas poveiras foram, inicialmente bordadas por homens - os velhos «Lobos do Mar» retirados da faina, que esculpiam na lã toda a simbologia da sua vida.
Esta peça era elemento integrante do traje masculino de romaria e festa do pescador poveiro, cuja origem remonta ao primeiro quarteirão do séc. XIX. Este traje branco de branqueta (tecido manual) foi o que mais perdurou, mantendo-se até finais do século passado, sendo sempre o traje escolhido aquando da presença de elementos da comunidade junto das mais altas individualidades do país.
Com a grande tragédia marítima de 27 de Fevereiro de 1892, o luto decretou a sentença de morte deste traje branco, assim como de outros trajes garridos. A camisola sobreviveu, ainda, pela primeira metade deste século, mantendo-se como peça de luxo de velhos e novos.
Foi com a criação do Grupo Folclórico Poveiro, em 1936, pelo etnógrafo António dos Santos Graça, que se assistiu ao renascimento do traje branco (de romaria e festa), onde a camisola poveira tem posição de relevo, e se iniciou a divulgação no exterior da colmeia piscatória local desta peça de extrema beleza - feliz expressão de mundividência poveira a quantos nos visitam, nacionais e estrangeiros.
publicado por camisolaspoveiras às 19:27
link do post | comentar | favorito

.Contacto: 913674382

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Meias quentinhas e casc...

. ...

. Feira de Artesanato de Vi...

. Meias quentinhas ,

. Artesanato Camisolas Pove...

. exposição Diana Bar, arte...

. ...

. camisolas Poveiras.

. FEIRA MEDIEVAL, Praça do ...

. Porta chaves, miniaturas ...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Junho 2017

. Julho 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Julho 2015

. Dezembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Novembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Fevereiro 2012

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Abril 2009

. Julho 2008

. Dezembro 2007

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds